terça-feira, 26 de março de 2013

Delgado


Quando minha filha me perguntou, em um churrasco entre amigos, o que era  “Ironia", eu respondi: - Ironia, é o nome dele ser Delgado.  Indicando nosso anfitrião, que, com sua silhueta de “Carnivurus Cervejeirus”, meio “barrilzinho”, nada tinha de delgado. Risos generalizados, principalmente do próprio, sempre muito bem humorado.
Algum tempo depois, no aniversário de sua esposa, um Delgado já alegre, depois de muitas cervejas, reservou uma surpresa para mim. 
- Ah, você precisa ver isso!!! Disse entregando-me um antigo álbum de fotos, provavelmente com algumas décadas de existência.
As fotos de um colorido desbotado, revelavam um ágil bailarino em apresentações.
- Delgado,  quem é esse???
- Esse??? Esse sou eu!!! Ou pelo menos costumava  ser...
- Vo...vo...você foi bailarino??? Perguntei não acreditando no que eu via.
- E dos bons!!! Cheguei até a dar aulas!!! Disse animado.
Olhando atentamente, tirando uns 40 kg e os cabelos grisalhos, Delgado, tinha traços em comum com aquele bailarino, esguio, saltitante e... delicado.
- Mas você era...
- Del-ga-do!!!
- É, realmente!!! Mas você parecia tão...
- Tão???
- Tão, como diria... "gracioso"!!!
- Também!!! Eu fazia bem todas as posições, sabia??? Hahahhahha!!! Essas fotos foram de um Festival de Ballet no sul, em Joinville. Ah, e essa aí, com a medalha e as flores, eu ganhei o prêmio de "Bailarino Revelação"!!!
Como ele sempre brincava fazendo piada de si mesmo, não sabia o quanto de verdade tinha em suas afirmações regadas a álcool. Entretanto, o bailarino das fotos tinha uma postura e um olhar muito fortes, mas não de uma força masculina. Será que ele realmente era??? Era ou é???!!!
Fiquei, momentaneamente, sem ação e sem palavras...
Era simplesmente inacreditável, que aquelas duas figuras tão contrastantemente antagônicas, fossem a mesma pessoa!
- E por que você parou Delgado???
- Tive uma lesão no joelho e não pude continuar.
- Que pena!!!
- Aí não teve  jeito e resolvi seguir minha outra paixão.
- Sua mulher???
- Não, a fotografia!!!! Hahhahahhahaa!!! A mulher eu conheci tempos depois. Ela fez a produção de alguns trabalhos fotográficos para mim e acabamos nos apaixonando.
Delgado é fotógrafo, casado, pai de família, com dois filhos homens. Como suspeitar que ele tivesse tido um passado de “Princesa do Ballet"???
Fechei o álbum e comentei:
- Inacreditável Delgado!!! Inacreditável e insuspeitável! Se me contassem eu não acreditaria!!!
Delgado subiu em uma cadeira e guardou o álbum em uma prateleira alta. Com certeza, não era algo que ele mostrava para todos. Mas, por que ele resolveu revelar seu segredo para mim???
Nada contra a opção sexual de cada um, mas a surpresa tinha sido muito grande.
Será que ele realmente tinha mudado ou só escondeu seu passado em um lugar fora do nosso alcance??? E como alguém muda assim???
Olhando para mim, com a pergunta explícita escrita na minha testa, desdenhou:
- "Ser ou não ser, eis a questão"!!! E caiu novamente na risada!!!
Sua esposa veio nos chamar e eu não pude deixar de reparar em suas mãos grandes, com os dedos longos e roliços. Fomos nos juntar aos outros para cantar os parabéns.
Delgado nem sempre foi uma ironia, mas sim uma fantasia.

PS: Baseado em fatos e fotos reais.

   Quando perguntei a minha filha se sabia o que era delgado, ouvi essa resposta: "Claro, delgado é nome de intestino!!!"